D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

 

Casamento do Imperador D. Pedro I do Brasil com D. Amélia de Leuchtenberg, ocorrido na Capela Imperial, no Rio de Janeiro, em outubro de 1829.
Óleo sobre tela. Jean Baptiste Debret. 1829.
© Coleção Brasiliana Itaú
30 de Maio
É assinado em Munique na Alemanha, pelo marquês de Barbacena, o tratado matrimonial de D. Pedro com D. Amélia Augusta Eugénia Napoleão Beauharnais
Conhecida a relação de D. Pedro com Domitilia de Castro Canto e Melo, Marquesa de Santos, de quem teve 5 filhos, entretanto afastada, não foi fácil arranjar entre as famílias reais europeias uma noiva para D. Pedro.
D. Amélia era a terceira filha do príncipe Eugénio Beauharnais, duque de Leuchtenberg e príncipe d'Eichsted e Santa Cruz, e da princesa D. Augusta Amália, filha de Maximiliano, rei da Baviera. Pelo lado paterno D. Amélia era neta da Imperatriz Josefina, primeira mulher de Napoleão. De extraordinária beleza, casou com D. Pedro com 17 anos, tendo ficado viúva aos 21. Do casamento nasceu uma única filha. D. Amélia morreu em Lisboa, no palácio das Janelas Verdes com 60 anos. A sua irmã Josefina, rainha da Suécia, foi a sua principal herdeira.
Multimédia
Carta de D. Pedro para o Marquês de Resende
Carta de D. Pedro para o Marquês de Resende - 1
Carta de D. Pedro para o Marquês de Resende - 2