D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

 

Monumento e cortejo fúnebre da Imperatriz Leopoldina, no Rio de Janeiro.
Prancha 34, volume III, Voyage pittoresque et historique au Brésil. Jean-Baptiste Debret. França, 1834 a 1839. Gravura. Pormenor.
O pintor francês esteve no Brasil entre 1816 e 1831, tendo elaborado uma série de pranchas (gravuras).
© The New York Public Library
11 de Dezembro
Morre no Rio de Janeiro, D. Leopoldina, Imperatriz do Brasil e Rainha de Portugal
Tinha 29 anos. Durante os nove anos de casamento o casal teve sete filhos, dos quais quatro atingiram a idade adulta. Foi mãe de D. Maria II, Rainha de Portugal, e de D. Pedro II, Imperador do Brasil.
 
As notícias sobre o estado da Imperatriz só são do conhecimento público em Lisboa em Fevereiro de 1827 e do seu falecimento em Março e Abril de 1827.
A notícia da sua morte e das cerimónias que tiveram lugar no Rio de Janeiro é dada pelo nº 83 da Gazeta de Lisboa, 6 de Abril de 1827, edição de 6ª feira:

NOTICIAS ESTRANGEIRAS.

BRAZIL.

Rio de Janeiro, 16 de Dezembro

Terminada a breve quanto virtuosa carreira de Sua Magestade a Imperatriz, forão promptamente expedidas as ordens relativas ao seu funeral, que se cumprirão exactamente, como vimos acerca das salvas e tiros das Fortalezas, e embarcações de guerra, dobres de sinos, e todas as mais demonstrações de dor e sentimento, nunca mais justamente empregadas.

Hemeroteca Municipal de Lisboa


Multimédia
Gazeta de Lisboa 6 Abril de 1827 - 1
Gazeta de Lisboa 6 Abril de 1827 - 2
Gazeta de Lisboa 6 Abril de 1827 - 3