D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

 

Torres Vedras.
Gravura de G. W. Terry e D. Pound, c. 1855. Pormenor.
Biblioteca Nacional de Portugal | © BNP
12 de Outubro
O exército francês é obrigado a retirar perante as “ Linhas de Torres”
Em Outubro de 1809 o General Wellesley havia dado ordem para a construção de um conjunto de fortificações e outras estruturas defensivas que ficaram conhecidas pelas Linhas de Torres Vedras, ou simplesmente Linhas de Torres. Situadas na península de Lisboa e aproveitando a morfologia do terreno, estras três linhas foram concebidas com a finalidade de impedir o exército francês de atingir a capital e, em caso de derrota, de permitir o embarque, em segurança, do Exército Britânico em retirada. Este sistema de fortificações foi a maior obra de engenharia militar da história de Portugal, realizado em grande parte com o apoio da população local dentro do maior sigilo.