D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

D. PEDRO

D'ALCÂNTARA E BRAGANÇA

Imperador do Brasil - Rei de Portugal

 

Fachada de Cerimónias e Jardim de Neptuno do Palácio de Queluz.
© DGPC/ADF
23 de Maio
José Monteiro da Rocha, Conselheiro do Príncipe Regente D. João, é nomeado Mestre do príncipe D. Pedro, e dos infantes, entre 1801 e 1807, ano da saída da corte para o Brasil
Ex-Jesuíta, matemático, astrónomo e Vice-Reitor da Universidade de Coimbra, abandona a vida académica para aceitar o cargo de preceptor dos príncipes. Não acompanha a Família Real ao Brasil, sendo em 1807 Frei António da Arrábida nomeado para mestre de D. Pedro.
Esta nomeação é referida em carta datada de 8 de Junho de 1804, que o Conde de Vila Verde envia para J. Diogo de Barros Leitão Carvalhosa no Palácio de Queluz:

É mandado aprontar um quarto para a acomodação e residência do Dr. José Monteiro da Rocha, mestre do Príncipe da Beira e de seus irmãos.

Arquivo Nacional da Torre do Tombo